top of page

HOMENAGEM PÓSTUMA AO COMPANHEIRO JOSÉ CARLOS GOUVEA - O LEGADO DE UM COMPROMETIDO ROTARIANO


No dia 18 de abril, quinta-feira, às 10 horas da manhã, uma comovente cerimônia foi realizada na Quinta da Boa Vista, sob o Pagode Chinês. Não era apenas mais um encontro rotariano; era uma celebração da vida e do legado do querido Ex-Presidente 2021-2022 José Carlos Gouvêa, associado representativo do Rotary Club do Rio de Janeiro, cuja memória continuaria a florescer através de um gesto de amor e compromisso para com o meio ambiente.


A semente dessa homenagem foi plantada muito antes, no coração do próprio Gouvêa, um homem que dedicou sua vida ao serviço à comunidade e à preservação ambiental. Em um ato de generosidade e visão, nosso saudoso companheiro expressou seu desejo de que suas cinzas fossem depositadas em um projeto do Rotary. Esse desejo, compartilhado com seus entes queridos, tornou-se um símbolo de sua dedicação contínua mesmo após sua partida.


O companheiro Paulo Sergio Alves da Cruz, também associado ao RC do Rio de Janeiro e amigo de longa data de Gouvêa, recebeu o pedido dos filhos Felipe Guerra, Raissa e Gustavo Gouvêa durante a missa de 7º Dia. Em um testemunho emocionante de amizade e comprometimento, Paulo se comprometeu a realizar esse último desejo do amigo, não apenas como um dever, mas como uma honra.


A ideia do Bosque do Centenário na Quinta da Boa Vista foi concebida pelo próprio Gouvêa, como uma maneira de deixar um legado duradouro em prol da natureza e das futuras gerações. A inauguração desse bosque, em 30 de junho de 2023, foi um momento de orgulho e emoção, com a presença do Gov. 2022-2023 Luiz Carlos Fávaro do D4571 e o plantio de 12 árvores adultas, nativas da Mata Atlântica e cedidas pela CEDAE. Uma placa comemorativa eternizou o evento e uma reportagem na Revista Rotary Brasil de setembro de 2023 imortalizou o gesto de Gouvêa e Paulo.


Hoje, a promessa foi cumprida, e as cinzas do Cp. José Carlos Gouvêa encontraram seu lugar de descanso final, entre as raízes das árvores que ele tanto amava. Em um ato de união e gratidão, aqueles que compartilharam sua jornada prestaram-lhe uma homenagem sincera e merecida.


Que o Bosque do Centenário seja mais do que um monumento físico; que seja um símbolo vivo do espírito de serviço e comprometimento do Cp. Gouvêa, inspirando outros a seguirem seu exemplo e a cuidarem do nosso planeta com amor e dedicação. Enquanto suas cinzas repousam sob a sombra dessas árvores, seu espírito permanece vivo, lembrando-nos sempre da importância de deixar um mundo melhor para as gerações futuras.



165 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page